História

História

Ari Trememberi

Mentor espiritual

Ari TrememberiNasceu em 11 de agosto de 1522, foi cacique da tribo Carijó – Amazonas – BR. Desencarnou em 3 de abril de 1555, e é o guia espiritual da Fraternidade Espírita Irmão José.

Na época de Jesus Cristo, ele foi Ananías, o “sapateiro”, que por ordem do Mestre, restituiu a visão à Saulo de Tarso, Sumo Sacerdote do Templo de Jerusalém, chamando-se mais tarde, Paulo de Tarso, o apóstolo dos gentios, na hospedaria da Rua Direita, nº 11, cidade de Damasco, capital da Síria. Sua imagem foi revelada através de uma vidência.

“A tolerância com tudo e com todos, é o primeiro passo para conquistarmos a Felicidade.

Viva Deus!”

José Lastorina

Fundador

José LastorinaFundou o centro espírita Fraternidade Espírita Evangélica, em São Paulo, hoje com o nome de Fraternidade Espírita Irmão José. Aos doze anos de idade, visitou um centro espírita no interior de São Paulo, e teve a sua primeira incorporação de Ary Tremembery. Participou de uma pesquisa com cientistas sobre “sintonia com o mundo invisível”.

O que é a Verdade?

“A Verdade é a fé raciocinada. É aquela que se apóia nos fatos e na lógica, não deixa após nenhuma obscuridade ou dúvida. Cremos, porque estamos seguros. Estamos seguros porque compreendemos. Eis porque ela não verga. Porque só é inquebrantável, a fé que pode enfrentar a razão face a face, em todas as etapas da humanidade.

A um tal resultado conduz o espiritismo, como também ao triunfo sobre a incredulidade, desde que não encontre oposição sistemática e interesseira.

Viva Deus!”

Visão mediúnica

Através do estudo Kardecista, podemos conhecer diversas manifestações mediúnicas como a que presenciou o médium José Lastorina, durante o atendimento a uma criança doente de apelido “Piloto”. Durante o atendimento espiritual, a criança ria e brincava como se alguém estivesse ali, mesmo invisível aos olhos dos demais presentes, que curiosos, perguntavam ao menino o que ele estava vendo. O menino, respondeu dizendo que estava vendo um índio. Através da sua vidência, ele passa a descrever em detalhes, traços do rosto e cores das penas do cocar.

Foram três longos encontros e a visão mediúnica se repetia. Em uma delas, Ary Tremembery se manifesta com sua senha “Viva Deus !”, através do médium José Lastorina, e dirigindo-se ao médium que os acompanhava para desenhar as descrições do menino, pediu que corrigisse a marcante curva de seu nariz, confirmando e autorizando a divulgação de sua imagem de uma de suas encarnações.

Estas e outras histórias, nos ensinam a proximidade entre os mundos físico e espiritual, confirmando que a vida continua na eternidade.

A pesquisa científica

Para o conhecimento de todos aqueles que estão em busca da Verdade, apresentamos as pesquisas científicas procedidas por oito cientistas internacionais da LER – Life Energies Research Inc. de New York – EUA, sobre o médium José Lastorina, e principalmente sobre os trabalhos espirituais dirigidos, orientados e executados pelo seu protetor espiritual de nome Ary Tremembery.

Para uma compreensão do que foi esse trabalho executado pela LER, vamos saber em primeiro lugar, que organização é a LER e quais os seus objetivos. A LER é uma sociedade de pesquisas das energias da vida composta por cientistas. Seus objetivos são confirmar cientificamente, usando de todos os meios relevantes de pesquisa, a comprovação de que o homem é mais do que um simples corpo de matéria física e tem como fim objetivo, compreender e utilizar-se de toda a potencialidade inerente em si próprio. Para complementar esse propósito, a LER investiga, registra, estuda, coordena e defende o resultado dessas pesquisas.

Primeiro encontro com os cientístas

Em abril de 1972, sábado, dia de trabalhos espirituais da Fraternidade, tivemos a visita de quatro cientistas, que vieram para pesquisar de que forma pode um médium entrar em sintonia com o Mundo Invisível, servindo de intérprete desse mundo para o Homem, e conhecer os trabalhos aqui executados. Foram eles encaminhados à Fraternidade pelo Instituto de Pesquisas Biofísicas de São Paulo, tendo como anfitrião e intérprete, o irmão Agenor Pegado.

Ary Tremembery convidou-os para sentarem a mesa junto aos médiuns, onde puderam acompanhar de perto todo o trabalho daquela noite, com plena liberdade de interromperem os trabalhos para perguntas sobre o que quisessem saber. Findo os trabalhos, os cientistas ficaram impressionados pelo que assistiram e convidaram o médium José Lastorina, para uma reunião na terça-feira seguinte, no hotel Comodoro, São Paulo, às 15 horas, onde estavam hospedados. Ary Tremembery aceitou o convite e José Lastorina, com uma equipe de médiuns lá compareceu.

Segundo encontro com os cientístas

Ignorava-se completamente quais os objetivos dessa reunião, e ficou-se sabendo então, que a equipe de cientistas em visita ao Brasil, era composta de oito cientistas e não apenas de quatro, que visitaram a Fraternidade. Na suite do hotel onde estavam hospedados, estavam instalados os mais modernos equipamentos de pesquisas existentes na época, como câmeras de tv, gravadores, maquinas fotográficas ultrasensíveis e um aparelho eletromagnético com gravador em fita contínua, com oito agulhas que registram as reações do corpo humano. Esse aparelho é conhecido como detector de mentiras.

O médium José Lastorina foi convidado pelos cientistas a submeter-se aos testes, e sendo médium inconsciente, obedeceu as ordens de Ary Tremembery, que lhe dissera para não ter receio algum. Então, aceitando o convite, se submeteu a todos os testes solicitados pelos cientistas, e a todas as perguntas que lhe foram formuladas. Estavam presentes a essa reunião, os oito cientistas, o irmão Agenor Pegado como intérprete e tradutor, o médium José Lastorina, K. Abe, Maria Terezinha Veronezzi, Nelson Silva, Lauro Magalhães e Astolfo Astolfi de Oliveira.

José Lastorina foi convidado a sentar-se junto ao detector de mentiras. Iniciados os trabalhos, foram formuladas perguntas ao médium sobre toda a sua vida. Sobre seus pais, origem de nacionalidade e religião, doenças, etc. Perguntas que objetivavam conhecer o homem até o momento da primeira incorporação de Ary Tremembery, quando teve início a sua missão terrena. Concluídas as perguntas, então lhe foi dito que poderia incorporar, o que imediatamente ocorreu. Cremos que não seja necessário falarmos que os cientistas ficaram surpresos com o que puderam ouvir, observar e registrar em toda aquela aparelhagem de pesquisa.

Notaram os cientistas, que no ato e durante a incorporação de Ary Tremembery, a agulha referente ao cérebro ligada ao aparelho eletromagnético, se mantinha totalmente parada. Nenhum registro ocorreu na fita do gravador, isto é, quando Ary Tremembery está incorporado, o cérebro do médium não trabalha. Foi solicitado a Ary Tremembery se poderia reduzir as pulsações do coração do médium, e imediatamente a agulha referente ao coração, reduzia o registro das pulsações. Foi solicitado a aumentar essas pulsações, e imediatamente houve o registro desse aumento pela agulha. Muitos foram os testes e todos eles de absoluto sucesso para os cientistas.

Concluídos esses trabalhos às 19hs, depois de 4 horas seguidas de perguntas e testes, foi perguntado ao médium: “o senhor sabe nos informar se a incorporação do seu protetor é total ?” A resposta de José Lastorina foi de que sendo inconsciente, ele nada sabe do que se passa quando Ári Tremembery está incorporado. Então os cientistas responderam : “o senhor fique certo de uma coisa… a incorporação de seu protetor é total a tal ponto, que o seu cérebro para quando ele está incorporado. Disso não tenha dúvida, porque comprovamos o fato cientificamente”.

A reunião foi interrompida para descanso e refeição, e reiniciada às 20 horas, no mesmo local. Retornando aos trabalhos, Ary Tremembery se incorporou e dirigiu os trabalhos em atendimento as solicitações dos cientistas. Respondeu as perguntas e prestou informações. Apresentou aos cientistas os trabalhos de ectoplasma, desdobramento e irradiações de cura. Para os próprios cientistas, respondeu também sobre pesquisas e informações familiares e de seus protetores, para cada um deles. Esses trabalhos foram até às 21:30 horas.

Reunião do teste
Testes
Participantes da reunião
Médiuns
Equipamentos
Equipamentos
Incorporação
Incorporação
Testes
Testes
Incorporação
Incorporação
Desdobramento
Desdobramento
Emissão de ectoplasma
Emissão de ectoplasma
Irradiações
Irradiações

Ary Tremembery continuava a estimulá-los para que perguntassem mais, pois estava pronto à esclarecer todas as dúvidas. Como não haviam mais perguntas, Ary Tremembery inverteu a posição, e passou a fazer perguntas. Falou de cada um dos cientistas sobre fatos pessoais, familiares, situação de saúde, sobre seus protetores, e assim por uma hora falou de todos eles. Ao final disse : “eu sei que o trabalho que vocês estão executando não será compreendido para a maioria dos encarnados.

No entanto, não esmoreçam e não desanimem na caminhada iniciada em busca da Verdade, porque eu vos ajudarei em qualquer parte do mundo, onde vocês estiverem pesquisando a Verdade. E para tanto, já indiquei dois irmãos das minhas falanges espirituais, para cada um de vocês, para vos assistir e ajudar, em número de dezesseis irmãos os quais serão liderados pelo irmão Caio”.

Nesse momento retirou-se Ary Tremembery, dando lugar ao irmão Caio, o qual declarou que a partir daquele momento fora incumbido de os ajudar, juntamente com mais dezesseis companheiros. Retira-se então irmão Caio, e volta Ary Tremembery, desejando a todos felicidades e retirando-se com “Viva Deus”.

Rolar para cima