Amor – Minuto de sabedoria

Desde o nascimento somos movimentados, seja pelo amor seja pela dor. Estas são as forças que nos impulsionam. Ambos caminhos nos conduzem em direção à perfeição. A sabedoria consiste em reconhecer os sinais de um e de outro e compreender que na dor está a vertente da verdadeira prece que nos conduz ao amor eterno. Escolha seu caminho e confie.

Se você não sabe perdoar sem esquecer, é sinal de que não compreendeu ainda a verdade e o caminho a seguir. Seja sempre bom. Seja cada dia mais generoso. Procure ser mais e mais um irmão para o seu próximo. Lembre-se de que o seu coração se estampa em sua fisionomia.Se pensa, deseja ou pratica o bem, é leve, suave e bondosa a sua face, como o seu olhar.

Ao contrário, se do seu coração nascem pensamentos, desejos e ações que significam o mal, outra é a sua aparência. “O coração do homem muda sua fisionomia, seja no bem, seja no mal”. O amor é uma doação e não uma exigência.Quem realmente ama, dá tudo e nada pede. Quem pede e exige da pessoa que diz amar demonstra que verdadeiramente não ama: ao contrário, revela o egoísmo em alto grau.

Amar não é receber, é dar. Não é pedir, mas proporcionar felicidade desinteressadamente. O melhor exemplo do amor verdadeiro é o das mães, que sabem amar com renúncia.

E se deseja a felicidade, lembre-se: você é o único responsável por seu destino. Supere as dificuldades, vença os obstáculos e construa sua vida. Não desanime jamais! Você há de vencer galhardamente todos os problemas que se lhe apresentarem.. Se o problema for complexo, divida-o.

error: Este conteúdo é protegido!
Rolar para cima